Acessórios Comprinhas Curiosidades Decoração Destaque Dicas Maquiagem Moda

Minimalismo e Consumo: Reduza o consumo e o stress

17/07/2017

Já faz um bom tempo que eu tenho pensado em como organizar o meu guarda-roupas e não perder muito tempo do meu dia escolhendo aquilo que quero vestir. E nisso entra, roupas, acessórios e até maquiagem. Confesso que desejo passar isso para outras áreas da vida também, mas tô indo por partes.

Eu não sou uma pessoa muito disciplinada/organizada/metódica(cadê as amigas virginianas para ajudar?), mas sou ansiosa e o fato de não ser organizada me deixa mais ansiosa. Tá! Respira… Calma. Vai ficar tudo bem. Mas como prosseguir?

A opção número um seria escrever pro Luciano Huck( ajudaaaaa Lucianuuuu), pro GNT, ou qualquer programa de TV que possa auxiliar pessoas bagunceiras. Socorro!

 

Reduza o consumo e o stress

A outra opção, e que até agora tem me ajudado a economizar tempo nesses momentos é me adaptar a um guarda-roupas minimalista e o mesmo está acontecendo com a maquiagem.

Parece bobagem, mas quando reduzimos as nossas opções fica tudo mais fácil, rápido, prático e fico feliz e menos ansiosa por saber que o que tenho está sendo usado.

 

Tenho muita coisa pra mudar ainda, mas pretendo adaptar aos poucos, encaixando novos hábitos, consumindo menos, ou melhor, consumindo de forma mais consciente.

Fiz uma lista com algumas perguntas/dicas que podem me ajudar e ajudar quem busca um guarda-roupas mais enxuto, facilitando assim a hora de escolher o que usar:

1- Evite a compra por impulso

Antes de levar a peça pra casa avalie se você realmente precisa dela. Quem sabe dê um tempo para essa análise, vá para casa e volte no outro dia caso realmente queira comprá-la.

2- Aproveite o que você já tem

Antes de comprar uma nova roupa questione-se se a peça combina com as outras roupas que você já tem em casa. Assim você pode criar novos looks sem ter que comprar várias peças.

3- Peças básicas sempre são uma boa escolha

Roupas com modelagens clássicas e em tons sóbrios facilitam a vida de quem busca elegância e praticidade e são fáceis de combinar com o que você já tem. De nada adianta ser uma peça incrível, de alta qualidade se ficará guardada no fundo do guarda-roupas.

4- O barato sai caro

Se for comprar, certifique-se da qualidade da peça, não vá pelo preço: De nada adianta pagar pouco e a peça estar destruída após algumas lavagens. Por exemplo, eu sou apaixonada pelas camisetas da Lemon Basics. Comprei uma preta e uma cinza há uns 2 anos e continuo usando como se não houvesse amanhã. E elas continuam como novas.

Se eu dividir o valor da peça pelas vezes que usei, acaba saindo muito mais em conta que as peças baratinhas que encontramos em liquidações de algumas lojas de departamento.

O mesmo eu falo dos acessórios. Tenho uma mochila da Kipling desde 2015 e ela continua como se eu tivesse comprado na semana passada. O preço é alto? Um pouco. Mas dura a vida toda e só estraga se tacar fogo!!!

5 – Você não é uma centopéia

Quer comprar sapatos? Avalie quais modelos você mais usa, não compre apenas por sem um sapato/tênis bonito, nem por estar na promoção! Certifique-se que você vá “gastar a sola” de tanto usar.

 

Confira também dicas para renovar o guarda-roupas sem gastar muito.

Comentários

comentários

4 comentários

  1. Olá Júlia!
    Adorei o seu post. Ainda tenho um longo percurso neste desafio do minimalismo, mas este ano já customizei 2 jeans e 2 t-shirts! É um começo.
    Beijos

  2. Me identifiquei muito com seu post Julia! Também sou uma pessoa ansiosa e estou buscando o minimalismo porque acredito que ele tem o poder de diminuir meu estresse. é muito ruim me ver cercada de roupas que eu não gosto tanto assim e achar que preciso sempre de mais. Aos pouquinhos vamos aprendendo né, beijos

Deixe o seu comentário!