Beleza

Tratamentos para pele: Como combinar produtos?

26/08/2014

Minha mãe sempre falou: – Menina! Tu ainda vai ter um problema de pele misturando tanta coisa. Eu respondia que não usava tudo de uma só vez. Quando eu usava um creme para manchas não usava o de rugas, quando usava o pra acne não usava o de manchas e assim por diante, mas há pouco tempo descobri como combiná-los sem que os tratamentos para pele briguem entre si.

Há algumas semanas estive em um evento da divisão cosmética ativa da L’Oréal em Porto Alegre. O encontro foi muito esclarecedor e voltei toda animada pronta pra usar o meu arsenal de beleza. Independente da marca ou dos produtos que você usa é possível combinar mais que uma função.

tratamentos para pele

Tratamentos para pele: Por onde começar?

A regra é mais simples do que você imagina:

Aplique os produtos de textura mais leve primeiro, exemplo: Sérum, gel ou o que for mais líquido, aquoso, antes, ok? Texturas mais densas como de hidratantes e protetores devem vir na sequência completando o seu tratamento para pele.

Tem problema se eu usar produtos de marcas diferentes?

Não, não tem problema, só é importante observar a composição e a função de cada um, pra que você não coloque fórmulas repetidas ou incompatíveis.

Exemplo: Tem dias que pela manhã eu uso o Serum 10 da SkinCeuticals que faz o trabalho de prevenir o envelhecimento:

Sérum antioxidante com textura ultra leve, contendo 10% de vitamina C pura e ácido ferúlico, que protegem a pele contra os radicais livres, previnem e corrigem os sinais do envelhecimento cutâneo.

Esse sérum não pode ser usado na região dos olhos, então nessa área eu aplico um produto específico, como por exemplo, o Liftactiv 10 para olhos da Vichy que tem o efeito de atenuar linhas finas e iluminar o olhar, um sérum com ácido hialurônico com textura bem leve.

Com esses produtos eu costumo combinar aqueles produtinhos para manchas da La Roche e da Skinceuticals sobre os quais falei AQUI.  São produtos para tratar manchas um complemento ao meu tratamento anti sinais.  E claro, no final de tudo isso, assim que secar eu aplico FPS sempre maior que 30. Ok?

Se você está realizando tratamentos mais agressivos é importante questionar o dermatologista se você pode ou não utilizar outros produtos. E claro, sempre observe como a sua pele reage.

tratamento marcas

FPS é fundamental:

Independente do que tiver na composição do creme que você usa você precisa do filtro solar e como o filtro costuma ser “pesado”ele sempre é aplicado por último. Ele cria uma barreira e o que tiver acima dele a pele não irá absorver, entende? O mesmo vale para uma base com FPS.

Atenção a área dos olhos:

Na área do olhos só use produtos específicos para a região! Eu sei que a tentação de tacar o anti idade em toda a cara e ir dormir é grande, mas calma. Até porque os produtos voltados para o rosto (exceto área dos olhos) muitas vezes possuem agentes mais agressivos que podem sensibilizar a região dos olhos, por isso tem tantos cremes específicos por aí.

E eu só sei disso por experiência própria, levei uma bronca da farmacêutica da Loreal quando falei que usava um antioxidante líquido em todo o rosto. Ela explicou que o produto era ótimo porém era agressivo demais para a área dos olhos e que eu não deveria mais fazer isso. Ok, parei! Agora na região dos olhos só produtos específicos.

Espero que o post tenha esclarecido algumas dúvidas. Mas me conta, o que você costuma usar?

Se tiver perguntas sobre tratamentos para pele deixa aí nos comentários. =)

Comentários

comentários

4 comentários

  1. Oi, Ju! Adorei esse post, pra mim foi super necessário! Volta e meia fico em dúvida do que passar antes/depois! E agora não mais 🙂 Beijos

Deixe o seu comentário!