Entretenimento

Séries: The Killing

26/02/2014
 

 

Rosie Larsen
 
 

 

Depois de ficar orfã de Breaking Bad vasculhei o Netflix em busca de outra série me adotasse como filha, até encontrar a The Killing. Ok, tô gostando e é por isso que resolvi escrever sobre ela por aqui, mas ainda não me sinto da família sabe? Não é tão envolvente como Breaking Bad ou a minha amada Arquivo X, mas quebra o galho. É boa.
 
 

 

The Killing
 

 

 
Sarah (Mireille Enos) é uma policial que com a ajuda do seu parceiro Holder(Joel Kinnaman) investiga a morte de Rosie Larsen (Katie Findlay de The Carrie Diaries ), uma adolescente como outra qualquer, que sonhava em conhecer o mundo e enquanto isso não acontecia gostava de fazer filmes com os amigos. A série se passa na terra dos grunges, Seattle e envolve crimes, uma guerra política e problemas familiares, mas essas são apenas as 2 primeiras temporadas. Acabei de embarcar na terceira e já adianto que o Holder fica muito mais bonito.

 

 
The Killing
 

 

 
 
A série é um remake da americana Forbrydelsen. E no final de 2013 foi divulgado que a quarta temporada (próxima) será a última dessa série que já havia sido cancelada por 2 vezes. Tô curtindo. Alguém aí já assistiu?  Beijo.
 

 
 

 

 

Comentários

comentários

7 comentários

  1. Acho Sarah meio sem sal rs achei essa série por acaso tempos atrás baixei as duas primeiras temporadas e voltei a assistir exatamente pq a série foi disponibilizada no Netflix

    Oh não sei se vc já assistiu tem uma série bem legal no Netflix chamada Desperate Housewive é maravis!!!

  2. Eu ainda ando com dor no coração pelo fim de BB… mas vou aceitar a dica e ver como é essa história…
    Acompanho Game of Thrones, The Following, mas nada ainda me conquistou mais que Breaking Bad :'(

  3. AMO essa série também!!! Prefiro as 2 primeiras temporadas. Não gostei da terceira não. Não sabia que ia haver uma quarta temporada. Mas você disse que era um remake da americana FORBRYDELSEN. Mas a original é sueca e não americana. 😉 Já assisti a sueca tb e a americana é um remake quase quadro a quadro da original. 🙂 P.S.: Seu cabelo ruivo é PERFEITO!

  4. Amo! A versão original dinamarquesa das duas primeiras temporadas é bem mais cru e violenta, mas a americana é mais bem produzida. Já a 3ª temporada da original entra em uma questão de terrorismo que me fez desistir logo no início (não tenho paciência para esses assuntos). Mas a 3ª temporada da versão americana é ótima, super tensa, e tem season finale mais “WTF?” de todos os tempos. Ainda bem que eles resolveram lançar uma 4ª temporada.

  5. Serie muito boa… mas a original a dinamarquesa é melhor. Como sempre, as séries amaericanas acabam caindo no lugar comum… mas isso não tira o mérito dela por si só. Valeu como tentaiva, principalmente na primeira temporada… muito boa… melhor qua a maioria…

Deixe o seu comentário!