Relacionamentos

Relacionamento: É preciso perguntar se ele tem namorada?

17/06/2014
Eu não sou de generalizar, em especial quando o assunto é gênero, exemplo: “Ah, homem é tudo cafajeste! É só esperar” ou “Mulher só se arruma para as outras!” Não, realmente não tomo isso como verdade. Então meninos, não se preocupem, esse texto não é sobre vocês, é sobre alguns de vocês que infelizmente costumam cruzar o caminho de mulheres que costumam acreditar em tudo o que esses cafajestes falam.
Camila França
Foto por Camila França
Resolvi falar sobre esse assunto, a partir do relato de uma amiga. Mas vamos do início:
Minha amiga, hum, vou dar um nome pra ela, Karina. Ok! A Karina estava solteira há um bom tempo, com o trabalho e uma filha pequena ela não estava a procura de ninguém, até que em uma festa de um amigo conheceu o Fábio. Um pouco mais velho Fábio conversou com Karina, trocaram contatos e desde então começaram a se falar quase que diariamente. Ele passava no trabalho dela, e a levava para almoçar, jantar, eles caminhavam juntos e tudo parecia apontar para um relacionamento lindo e saudável.
Karina começou a se envolver e o mesmo acontecia com Fábio que se esforçava para mostrar a Karina que ela era muito importante pra ele. E assim passaram 3 meses.
Era aniversário dela. Logo pela manhã ele mandou flores e um sms pois queria ser o primeiro a  lhe desejar felicidades pela data. Quem não ficaria feliz?
Ela passou o dia com ele. Foram passear na Serra, almoçaram em um belo restaurante, beberam vinho e viveram bons momentos naquela tarde de outono. No final do dia retornaram e antes que ela entrasse em casa, Karina resolveu, sem saber o motivo, questionar se ele tinha uma outra pessoa. Para a surpresa e decepção dela a resposta foi positiva. Ela já apaixonada respondeu que não sabia dividir e saiu do carro sem se despedir.
Quando me contou essa história ela se questionava: – Será que eu deveria ter perguntado isso antes? Será que a culpa foi minha?
Respondi que por tudo o que aconteceu entre eles, parecia natural ele ser solteiro, afinal, ele não parecia se esconder quando estava junto dela (atitude comum de quem está pulando o muro, a cerca, comendo o chuchu do vizinho). Como ela saberia? Pelo comportamento dele ela deduziu que ele não tinha o que esconder e que sim, estava livre pra viver aquela relação. Sim, eu achei a atitude dele um tanto cruel. Sim, achei um idiota.
Vocês concordam comigo? Ou era preciso questionar o que até então parecia óbvio? 
Como agir?
Acompanhe o blog também no  Instagram |   Twitter  |   Facebook   Youtube

Julia Thetinski

Comentários

comentários

17 comentários

  1. Eu sempre perguntei, sondei antes de “me jogar”. Mas eu sou um caso à parte, pois cresci sabendo que meu pai tinha outra e vendo meus irmãos traírem as namoradas. Eu já cresci com trauma de algo que nunca tinha vivido. Por isso sempre sondei e perguntei. E eu sou muito desconfiada. No caso da Karina não tem como adivinhar, realmente ele foi bem aberto…tão aberto que assumiu. Existem muitos que nem isso fazem…
    Ele prometeu terminar? Disse que o relacionamento é aberto ou feliz? Juras são as piores coisas, mas que ela pule fora antes que a coisa se aprofunde. Existe sim solteiro que faz isso que ele fez. Não precisa entrar em desespero.

    bjs
    http://www.blogdapriscilla.com

  2. Nossa, que situação complicada.
    Muito difícil na posição dela, sabe porque? Quem está solteiro demonstraria o mesmo interesse que esse rapaz mostrou, ele simplesmente agia como um. Muito difícil sair deduzindo se tem outra ou não. Mas o que é estranho e muito normal é que em início de qualquer coisa as pessoas sempre comentam de relacionamentos anteriores, mas creio que esse rapaz não estava disposto a assumir de cara.
    E acredito piamente que esse cara não está disposto de abrir mão da namorada, ainda mais por ter “amantes”, enganar mulheres, agir como um solteiro e etc. Continuar se relacionando com ele e assumir o papel da outra é a maior prova de falta de amor próprio. É cilada, cilada das grandes!

  3. Realmente é muito ruim quando a gente se entrega, se empolga e depois se decepciona assim. Na minha opinião o rapaz foi muito cafagente sim! Ele deveria ter falado pra ela que era comprometido, assim seria opção dela se envolver ou não com ele.
    Acho que ela não errou em não perguntar, pois como ela iria imaginar isso se ele era tão presente na vida dela!
    Esse é o tipo de coisa que nos faz perder a vontade de tentar.

  4. bah, que situação desagradável, acontece muito por mais que possa parecer estranho nos mulheres (a grande maioria) só investimos em alguém quando estamos disponíveis para a outra pessoa, e com isso temos nas nossas lindas cabecinhas que os homens agem assim a grande maioria não e nem se sente culpada disso, provavelmente vão dizer na cara dura, ora ela não perguntou se eu já tinha alguém…, por isso sim queridas perguntem tudo antes de dar um pedacinho que seja do seu coração!! bjoo

  5. o comportamento dele foi de quem não tem compromisso. Qualquer pessoa teria achado que ele estava solteiro. Como um homem passa tanto tempo com outra mulher, é carinho e comete atos que denunciam um interesse romântico se já tem namorada? Se o homem ou mulher já tem compromisso não se coloca neste tipo de situação. se eu tenho uma pessoa que amo, não vou me comportaria assim.

  6. Foi safado esse cara heim agia como se fosse solteiro ela não tem culpa nenhuma.Eu tbm sou muito desconfiada procuro investigar primeiro para descobrir se o cara é solteiro mesmo.

  7. Pode acontecer de o cara ser adepto de relacionamentos abertos, de se relacionar com mais de uma pessoa. Até aí, nenhum julgamento. O caso é que para esse tipo de situação ele é obrigado, por respeito às pessoas com as quais ele quiser se relacionar, a abrir o jogo para que essas pessoas possam se decidir se querem ou não embarcar nesse tipo de relacionamento. Havendo o acordo de todas as partes envolvidas, ok. Do contrário, cada um para o seu lado.
    Mas se o caso não tiver sido esse, fica mais complicado e dolorido. Pelo menos ele não mentiu quando ouviu a pergunta e a coisa não se prolongou mais. A moça pôde fazer sua escolha. Pena que não aconteceu mais cedo.

  8. Eu já passei por isso e o pior que eu a família dele sabia que ele tinha namorada e acobertava a safadeza dele foi muito difícil saber que ele tinha outro relacionamento, porque agia como não tinha ninguém até que um dia na semana não teve expediente
    no meu trabalho e fui fazer uma visita surpresa e eis que lá estava ele dormindo com ela na cama. Terminei claro! e depois que eu estava com outra pessoa depois de um tempo ele ainda me ameaçou resumindo ele hj paga pena assistindo palestras sobre violência contra mulher.
    Sophia

Deixe o seu comentário!