Curiosidades

7 motivos para adotar um Gato

30/05/2014

 

Por muito tempo (infelizmente ainda hoje vemos casos assim), os gatos foram alvos de grandes preconceitos, principalmente por crenças populares infundadas, mas que viraram tabus e, por isso, eram seguidos por uma grande parcela da população. Muitos desses preconceitos vinham de crenças religiosas, porém uma grande parte começou de um imaginário comum formado onde as pessoas, esperando que gatos fossem iguais a cães, passaram a determinar que gatos são egoístas, interesseiros e uma série de outras características que não vale a pena serem lembradas.

 

gatos

 

Gatos não são como cães. Assim como pessoas não são iguais umas às outras. Assim como, na Natureza, cada espécie possui suas particularidades. A grande questão é que, sim, gatos são ótimos companheiros para se ter de estimação em casa. São amorosos, gostam de carinho, de conforto. A diferença é que eles possuem uma personalidade forte e própria deles, tornando-se únicos em uma maneira de ser. Felizmente, hoje em dia muitos desses preconceitos e tabus já foram quebrados e, mais e mais, as pessoas adotam felinos para comporem a sua família.

 

E para quem ainda não tem, vou apresentar uma lista com 07 motivos para se ter um gatinho de estimação. Impossível resistir!
“Não subestime o amor de um gato. Você pode se apaixonar!” (mesma, eu)

 

gatos

 

7 motivos para adotar um Gato

 

 

 
1 – Ter um gatinho faz bem para o coração e para a saúde: com os felinos ao nosso lado, passamos a experimentar um amor verdadeiro, um amor incondicional, onde em um olhar se diz muito mais do que palavras seriam capazes de expressar. Por mais que o dia seja estressante, chegar em casa, ser recebido por um miado e uma esfregada na perna, desmancha qualquer mau humor e, no lugar, abre-se um grande sorriso, fazendo esquecer tudo que ficou lá fora. Com isso, temos menos stress, pois apreciar sua beleza, seus modos elegantes e acariciar esses bichanos acabam por ser uma grande atividade relaxante. Como dizem, é a “romromterapia”.

 

2 – Gatos são independentes: claro que, como todo bichinho, gatinhos demandam de atenção, cuidados, paciência e muito, muito amor. Porém, gatos possuem uma característica mais independente, não precisam ser levados para passear, sabem onde devem fazer suas necessidades, são higiênicos e dormem longas horas no dia, possibilitando que passem um dia sozinhos, caso o dono trabalhe durante o dia. Possuem carência, mas de modo diferente que a dos cães, por exemplo.

 

3 – Gatos são independentes, mas precisam do seu dono: apesar da independência já citada, os gatinhos precisam de atenção e cuidado tanto quanto outros pets. Eles precisam de proteção, carinho, cuidados (ir ao veterinário frequentemente) e não dispensam uma boa caminha, confortável e quentinha. Não deixe seu gatinho no frio, na chuva, no vento. Tenha um ambiente protegido, não deixe seu gatinho ir para a rua (perigo de atropelamento, envenenamento, etc). Gatos vivem longos anos quando bem protegidos em casa.

 

gatos

 

4 – Gatos são verdadeiros, carinhosos e companheiros: engana-se quem diga que gatos não fazem festa quando vêem o dono chegar. Os meus, inclusive, já ficam na sacada do apartamento miando quando me vêem chegando lá no portão do condomínio. A quem eles amam, amam de verdade e tornam-se grandes companheiros. Quando você faz qualquer atividade dentro de casa (sim, até ir no banheiro hehehe), você terá um companheiro para todas as horas, pois eles adoram dormir junto aos estudos, notebooks, etc. Não dispensam um colo ou fazer companhia quando vamos dormir na cama. Além disso, contemplar o sono do gatinho é como contemplar um momento puro e verdadeiro de paz.

 

5 – Se divertem com pouco: não há necessidade de gastar dinheiro com brinquedos elaborados. Gatos gostam de caixas, bolinhas de papel ou qualquer coisinha pequena que faça barulho. Até mesmo um rabicó, um imã de geladeira que, uma vez no chão, é motivo para brinquedo. Uma ótima sugestão, porém, são os arranhadores para os gatinhos, para que possam afiar suas unhas sem danificar tanto os móveis da casa. Os mais altos e com mais “desafios”, são os preferidos dos felinos. Além disso, gatos adoram ficar no alto, adoram ver tudo de cima. Por isso, cuidado com coisas de vidro em prateleiras, mas deixe o acesso livre ao gatinho para que ele possa se divertir. Enriquecer o ambiente com possibilidades de brincadeiras é importante para o gatinho se entreter e se exercitar.

 

motivos para adotar um Gato

 

6 – Gatos são higiênicos: quem já teve a oportunidade de observar um gato pode perceber que eles passam horas e horas lavando-se com a língua. Além de representar um legítimo “banho” para eles, os gatos também se lambem como forma de defesa, uma maneira que surgiu desde os gatos mais antigos, que lambiam as patinhas e o restante do corpo após comerem para tirar o cheiro do alimento ingerido, para não atrair os predadores. Porém, engana-se quem pensa que, pelo gato se lamber, não precisa de banho, principalmente para os gatinhos que tenham contato com a rua (pátio de casa, devidamente protegido).

 

7- Gatos são discretos e elegantes: não foi a toa que um dos maiores mestres da humanidade afirmou “o menor de todos os felinos é uma obra de arte” (Leonardo da Vinci). A incontestável beleza dos felinos vem de um conjunto de maneiras próprias da espécie. Possuem um caminhar sensual (sem ser vulgar hehehe), possuem maneiras elegantes, respeitosas. Quem já viu um gato se equilibrar em superfícies altas ou muito pequenas, ou até mesmo cheia de obstáculos, entende do que estou falando. Observar e apreciar as maneiras felinas são um presente para todos os sentidos.

 

Para quem deseja ter um amigo e um amor verdadeiro ao seu lado, se informe, tenha certeza que está preparado e é o momento para adotar. Pois, assim como um filho, ter um pet é ter responsabilidade. Jamais adote por impulso, pois bichinhos têm sentimentos, com os quais não podemos “brincar”. Ter um pet demanda cuidados, atenção, paciência, gastos financeiros, etc. Por isso, tenha certeza deste ato.
E muito importante: Vacinas, medicamentos e CASTRAÇÃO são atitudes imprescindíveis para quem vai ter um animal em casa. Já existem milhares de casos de bichinhos abandonados, portanto, não queira ser responsável por mais ninhadas abandonadas nas ruas.

 

Acima de tudo, tenha um veterinário de confiança, para consultar sempre que houver dúvidas ou desconfianças de algum problema de saúde.

 

Ter um bichinho é tudo de bom!
Abaixo, uma prévia dos meus anjinhos de 4 patas, que tornam a minha vida mais iluminada, feliz e cheia de amor : Joey, Phoebe e Pequeninha.

 

gatos

 

Conheça também o grupo em que sou voluntária, que resgatados gatos em situações de abandonos e maus tratos e encaminhamos para adoção responsável – facebook.com/quemquergato.
MIAUbeijos.
 
 
 
 
 

Comentários

comentários

5 comentários

  1. Acho que meu motivo para adotar minha gata, foi que eu não quis vê-la na rua passando fome. Não era muito chegada a gatos, sempre gostei mais de cachorros, mas agora já aprendi gostar muito e tenho mais 5, o primeiro filhote dela e os 4 últimos fihotes que ela teve.
    Os seus são lindos demais.

    beijos

    http://www.decahaz.blogspot.com

Deixe o seu comentário!