Dicas Dieta Nutrição Saúde

Alimentação de verão

24/01/2014
Não que nas outras estações do ano nossa alimentação deva ser muito diferente, mas a estação mais quente do ano exige cuidados especiais. Apesar disso, fica muito mais fácil optar por pratos mais leves, não é verdade? Isso acontece porque o corpo não precisa de tantas calorias para se aquecer.
 
No verão o ideal é consumir alimentos refrescantes, de fácil digestão e ricos em água.
 
Hidratação
 
Já comentei mil vezes que a água é importante para o bom funcionamento do corpo e o bom funcionamento intestinal. Com a elevação da temperatura perdemos mais água e sais minerais pelo suor, daí a necessidade de ingerir pelo menos 2 litros de líquidos por dia. Não espere sentir sede para beber água, pois este sinal já é sinônimo de que seu corpo está desidratado!
 
Além da água podemos nos hidratar através de água de coco, chás, gelatinas e frutas, verduras e legumes que, no geral, contém grande porcentagem de água em sua composição.
 
Comidinhas de verão…

Alimentos de verão


 
Saladas
 
A salada é o exemplo mais simples de preparação leve e refrescante e ainda é rica em fibras. Podemos misturar folhas (alface americana, alface crespa, alface lisa, rúcula, agrião, radicchio, endívia…), hortaliças coloridas (beterraba, cenoura, brócolis, couve flor…) e frutas (tomate, carambola, abacaxi, manga, morango…). Para não enjoar, o segredo é variar sempre! Além disso, quanto mais cores, mais vitaminas diferentes. Falando nisso, já demos umas dicas para fixar o bronzeado e proteger a pele, lembra
 
Os temperos mais indicados são azeite, limão, vinagre, molhos à base de iogurte desnatado e mostarda. Evite molhos à base de maionese – além de calóricos, pode haver risco de contaminação por salmonela.
 
Gaspacho
 
Se você acha que sopa não combina com verão, é melhor reconsiderar… O gaspacho é uma sopa fria muito popular na Espanha e em Portugal. E acredite – é uma delícia!
 
Cereais
 
Dê preferência aos cereais integrais, como pão, arroz, macarrão, torrada e biscoitos integrais, granola, farelo de aveia, quinoa… Dá pra colocar tanto em preparações salgadas como doces (no iogurte, salada de frutas, vitaminas, etc).
 
Se não quiser algo quente, opte pelas saladas de cereais. Isso mesmo! Dá pra fazer salada com macarrão, trigo, quinoa, arroz selvagem… Outra opção é a culinária japonesa – temakis e sushis são comidas leves e são alternativas para o consumo do tradicional arroz.
 
Você também pode substituir uma refeição por um lanche nutritivo, com pão integral, verduras, legumes, laticínios magros (queijo branco, cream cheese, ricota, cottage) e/ou uma carne magra (atum, frango desfiado, peru ou ovo mexido).
 
Sucos e afins
 
Sucos, vitaminas, smoothies e picolés de frutas e salada de frutas são outra maneira de incluir água, fibras, vitaminas e minerais no dia a dia. O ideal é não coar para aproveitar melhor as fibras.
 
Carnes
 
Carnes magras são menos calóricas e demandam menos esforço para a digestão.
 
Além da culinária japonesa, outra culinária está se destacando por marinar peixes crus em limão ou cítricos. Trata-se do ceviche, prato peruano.
 
Sorvete
 
Vamos falar desta maravilha que é a cara do verão, porque ninguém é de ferro! Prefira os picolés aos sorvetes de massa. Outra opção geladinha, não muito calórica e rica em cálcio é o frozen yogurt. Escolha pequenas porções das versões com baixo teor de gordura e tenha cautela na escolha das coberturas e acompanhamentos. Prefira frutas, granola, mel, calda de frutas e evite balas, chicletes, chocolates e biscoitos recheados.

Ariel


 
Na praia…
 
Muita gente ainda está na praia ou pretende ir ainda antes do verão acabar. Não somente pela alimentação mas também pela exposição solar, sugiro tomar um café da manhã balanceado, em casa ou em alguma padaria, ir à praia, e quando a fome bater (e o sol estiver forte) ir almoçar em casa ou em algum restaurante de confiança e retornar mais tarde, para aproveitar bem o dia e pegar o pôr do sol.
 
Sei que esta não é a realidade de muitas pessoas, por isso a melhor escolha é levar um recipiente térmico de casa com frutas e lanches saudáveis, pois na praia nem sempre encontramos comida de boa procedência e com condições adequadas de higiene.
 
Novamente, esta também não é a realidade da maioria. O que fazer? As melhores opções são as bebidas, dentre elas a água de coco, os picolés de frutas e biscoito polvilho.


Acompanhe a Thaís também no  Instagram |   Twitter  |   Facebook   Blog

Comentários

comentários

2 comentários

  1. O bom é que no meu caso bebo muita água no verão. Passa tranquilamente dos 2 litros! Muito importante se cuidar e muito nesta época que eu acho super desgastante para o corpo!

Deixe o seu comentário!