Curiosidades Dicas

Cinema: Amor por Contrato (The Joneses)

10/07/2012

No último final de semana assisti ao filme Amor por Contrato, não é um filme novo não, é de 2009, muitas de vocês já devem ter assistido. Em um primeiro momento o que me atraiu foi o fato de ter o David Duchovny no elenco – eterno Fox Mulder de Arquivo X que eu amo, amo, amo!
O enredo me fez parar e pensar nas relações que temos com o consumo. Trata-se de uma família falsa, atores contratados para viverem vidas perfeitas em um local perfeito repleto de possíveis consumidores de produtos com alto valor agregado, sabe aquela coisa linda de comercial de margarina? Sim, era um comercial, só não tinha o cachorro. A família Jones estimula o consumo de determinados produtos ou marcas, a ponto de causar grandes danos as famílias vizinhas. 


O filme nos leva a refletir sobre o nosso comportamento, e nos questionar em relação ao consumo exagerado. Será que eu realmente preciso disso ou daquilo para me sentir bem? Será?
Claro que como publicitária tenho a visão do outro lado, a visão de “criar necessidades”, criar o desejo e eu mesma caio nessas falsas necessidades, mas enfim, É A ALMA DO NEGÓCIO!

David Duchovny e Demi Moore interpretam o casal perfeito: Lindos, ricos, com uma casa incrível, fotogênicos, saudáveis, com filhos lindos… Ai, quanta lindeza! 

Disfarçado de comédia romântica, Amor por Contrato (The Joneses) mostra mercantilização do estilo de vida, o lado nefasto da publicidade e como desejamos, copiamos e engolimos tudo sem nos questionarmos.

Achei que faltou emoção nas últimas cenas, mas Duchovny me fez ignorar esses detalhes.


Comentários

comentários

5 comentários

  1. mininaaaaa!! vi um trailer desse filme um tempo há atrás e falei para mim mesma: Vou assistir! Mas aí não passou nos cinemas e as vídeo locadoras em crise e acabei esquecendo!
    Mas, aí vem vc e me faz lembrar!!! Muito obrigada!!!! Vou baixá-lo agoooooora!!!!

  2. Adorei o filme. A pouco tempo assisti pra fazer um trabalho de Marketing, abordando exatemente os abusos do consumo.

Deixe o seu comentário!