Curiosidades Frescurinhas Maquiagem

Maquiagem importada e adoração exagerada

19/11/2011
Bom, talvez muitas de vocês não concordem com esse post, entendo e vou aceitar suas opiniões, uma vez que a linguagem do blog é horizontal, e não quero ditar nada… É só um parêntese nesse mundo, muitas vezes considerado fútil, da maquiagem e da indústria cosmética.

Maquiagem importada e adoração

Desde que entrei para a blogosfera notei uma adoração exagerada das blogueiras pela MAC. A marca é boa, o conceito também, eu utilizo e gosto dos produtos, mas tenho notado que as consumidoras brasileiras vem colocando a marca em um altar de adoração.
Por questões de importação os produtos chegam no Brasil a preços altos, o que acaba dando a MAC uma imagem diferente da qual ela tem em outros lugares, enquanto lá fora ela tem preços próximos aos produtos da Maybelline – que é popular por lá , aqui, por conta do preço, é “praticamente” uma marca luxo.
Quando estive em Belfast visitei uma loja da marca, os batons custavam 13 libras ( + ou – R$38), enquanto por aqui, um batom custa R$75. Então eu pensei:  Aii, malditos impostos, blá, blá, blá… 
Produtos MAC
Porém, entendo que o Brasil, como um país de terceiro mundo encontrou nas altas taxas de importação um aliado para que os produtos aqui fabricados continuem sendo consumidos. Continuando com o exemplo da MAC, imagina se os produtos da marca chegassem aqui a preço digno? Seria muito bom, né? E esses valores não ficariam no país. =/
Não quero dizer que não devemos comprar importados, nem que você não deve comprar o batom da Lady Gaga – que é lindo. Mas quero dizer que apesar de não termos uma fábrica da MAC  por aqui, temos marcas que são tão boas quanto, ou até melhores.
Acredito que até um tempo atrás as marcas brasileiras não investiam muito em diversificação de cores e texturas… Tempo em que não existia primer de marca nacional, e muitas mulheres nem sabiam o que era batom “nude”. Pele oleosa? Houve um tempo que se você tivesse pele oleosa, era melhor desistir de usar as bases nacionais, nada era específico. Mas essa situação mudou, as marcas notaram que estavam perdendo em não trabalhar com esses produtos que já existiam no exterior. Felizmente, hoje, é possível encontrar variedades de  maquiagem com qualidade no Brasil, maquiagem brasileira.
Eu vejo essa adoração exagerada pela MAC da mesma forma que as Havaianas são vistas nos Estados Unidos e em países da Europa, quanto custa um par de Havaianas por lá? 30 dólares? Isso por um chinelo de borracha! Mas é aí que o publicitário vence, né? Não é apenas um chinelo de borracha, agora é um objeto de desejo.
Beijo.

Comentários

comentários

37 comentários

  1. Condordo plenamente Ju!
    Isso não é so com maquiagem, vejo isso com perfumes tbm!
    É um exagero absurdo!
    Que nem vc disse hj é possivel encontrar marcas nacionais de boa qualidade, mas o que as pessoas querem alem de estar bonitas é o maldito status! Afinal dizer que usa “MAC” e mais chique que dizer que usa “vult, AVON…”
    O que vejo muito tbm é blogueira que vende Mac e ai faz aqueeeeeela propaganda!
    Axei muito bacana vc falar disso!
    Bjoos

  2. Super válido o texto! Porém, eu sou uma que prefiro comprar produtos importados (mas não os que vendem aqui, tipo Sacks – que acho um absurdo de caro) pois são melhores e os preços até são menores que os das marcas daqui. Isso, claro, se tu consegue alguém que compre lá, ou até mesmo opções cmo Morangão, Cosme de Com e Brigitte’s Boutique.

    O meu problema é que acho as maquiagens daqui MUITO caras, e a duração não é a mesma, mesmo que a qualidade sim for muito boa!

    Enfim, concordo com vocês, mas não é a minha prática. É questão de preferência, gosto mesmo né? Então cada um vai a partir do seu.

    Bjos gurias!!

  3. Júlia achei legal vc colocar o que pensa,e respeito,mas pra mim ainda é um roubo o preço de maquiagens brasileiras que tem uma qualidade maior,como a linha Make b. do Boti,e a Natura Una(mais de 70 reais um quarteto de sombras!?),da Natura,por exemplo;as da MAC são melhores que essas,é fato,então como as nossas nacionais são tãoo caras? Até as mais baratinhas daqui não tem uma qualidade lá muito boa(não em todos os produtos),e a NYX(super barata nos EUA),tem produtos excelentes por preço bacana,as marcas daqui poderiam investir num modelo como o dá NYX,qualidade boa em todos os produtos,diversidade e preço,mas como nós dependemos muito delas,elas acabam “brincando” com a gente.Não estou te criticando,ok? Só queria colocar meu ponto de vista;compro maquiagens baratinhas brasileiras e de vez em quando até das próprias marcas que citei,só acho que a adoração pela MAC é justificável pela qualidade e preço amigo(fora daqui)

  4. Ótimo post, inclusive acho que ele merece uma continuação..dizendo quais produtos nacionais são tão bons quanto ou melhores 😉

    beijos!

  5. Primeira vez que vim no seu blog e já gostei de cara só pelo post! CONCORDO demais com vc… falou e disse. Bjs

  6. Oi Júlia,
    Gostei do texto, adoro a MAC assim como a maioria das meninas. Acho que a maquiagem é de qualidade, tem boa diversidade de produtos e que realmente rola um status da marca. Tem marcas boas nacionais tbém, a Boticário por ex tem excelentes produtos de make. Tbém acho o preço abusivo e deixo pra fazer a festa no Dutty Free e não abro mão de conhecer apostas brazucas. Bjos
    http://modadesign-afins.blogspot.com/

  7. Concordo com vc, mas quero abrir mais uma discussão hihi.. A adoração a maquiagens está tão grande que o próprio O Boticário vende seus produtos mais baratos em Portugal que aqui no Brasil como mostrou a Milena no Blog http://www.makeupalooza.com/2011/10/o-preco-dos-cosmeticos-nacionais-um.html portanto, acho que não e só questão de impostos e de Publicidade e sim de valorizarmos a nós mesmas e lembrarmos que cosméticos são complementos a nossa beleza e nada mais…

    Ildete
    http://www.semsombradeduvidas.com/

  8. Concordo que MAC não é marca de luxo, e realmente esse “eudeusamento” é irritante. Mesmo porque, não é tudo da marca que é bom.
    Mas discordo quanto às maquiagens nacionais.

    Infelizmente, a política protecionista do governo, que em teoria deveria fazer a indústria nacional crescer a ponto de competir com as estrangeiras, surte o seguinte efeito: o empresário brasileiro vê o preço da make gringa aqui (=ABSURDO) e aproveita a onda pra colocar o preço das makes nacionais lá no alto tb. Sem que a qualidade acompanhe o preço.

    Tem produto nacional meia boca que custa o mesmo que marca de luxo lá fora. A troco de quê? Não tem a mesma qualidade, não tem a mesma tecnologia, não tem a mesma matéria prima, não tem a mesma embalagem. É só porque no mercado de cosméticos daqui o preço absurdo é o que vale. Tanto é que tem marca nacional que custa um preço aqui, e cobra bem mais barato no exterior.

    Acho que qualidade vai além de lançar coleções com batons e sombras em cores da moda. Porque tem muita marca nacional que faz batom de cor linda, mas que não tem boa textura/cobertura/cheiro/embalagem.
    Eu me recuso a pagar o preço de um batom Duda Molinos, por exemplo, que apesar de lindo é simplesmente fedido. Pelo preço, não há justificativa.

    Acho que a indústria brasileira podia fazer da maquiagem algo REALMENTE acessível.
    Podia parar com a mania de produzir pouco e ganhar muito por unidade, e produzir mais e ganhar menos por unidade, resultando no mesmo lucro.
    Mas a primeira opção dá menos trabalho, né.

    Todo mundo joga a culpa nos impostos, mas esse não é o único problema. É só a desculpa mais comum para a ganância das empresas.

  9. Concordo sim Julia, e isso acontece não somente com a MAC mas com outras marcas, pior que lá pra fora essas marcas são vendidas a preço de banana. Eu gosto de saber de novidades em cosméticos e tal, mas tem algumas blogueiras que postam produtos que não cabem a nossa realidade, pois não é sempre que podemos gastar R$100,00 em um batom. Nós temos marcas muito boas brasileiras no mercado, essa semana mesmo comprei um batom da Marchetti que custou nada mais que R$6,00 e de uma cor incrível. Temos que ter alternativas, e as blogueiras estão ai para isso! Bjuss…*

  10. Oi meninas, então, super concordo que algumas marcas brasileiras cresceram o olho ao ver o consumo de maquiagem crescer. Mas daí vai da gente selecionar nossas escolhas, quero fazer um post com dicas de maquiagens boas, de marcas sensatas e que não “enfiam a faca”.
    Obrigada pelos comentários, é muito importante essa troca.
    Beijos.

  11. Concordo, tenho alguns produtos de marcas nacionais, como Vult e Duda Molinos que são de qualidade tão boa quanto as importadas. Querer tais produtos pode, talvez, ser influência de tanto que ouvimos falar no quão maravilhoso são. Concordo plenamente com seu ponto de vista e parabéns pelo post!

  12. Julia

    Eu vou colocar um outro ponto para você refletir. Antes, queria dizer que concordo que existe uma adoração exagerada, mas isto faz parte do ” mundo da blogosfera”, não acha? É um tal de must have para cá, must have para lá…como isso é irritante! rs

    Porém, além da questão da qualidade (que infelizmente ainda falta muito às marcas nacionais), eu vejo que tem a questão da atenção ao consumidor. Eu sou consumidora assumida da MAC sabe por quê? Porque eu acho MINHA COR DE BASE, CORRETIVO E PÓ na marca. Aqui no Brasil as marcas ainda não acordaram para o fato de que existem muito mais tons de pele do que 3 ou 4…à exceção do boticário, eu NUNCA achei produto para pele no meu tom em marcas nacionais. Quando eu acho, como no caso do Boticário, já é o tom mais escuro. E as meninas mais escuras, como fazem??? Sou apenas NW43 na MAC, tem muito mais tons de pele acima de mim.
    O NC43 na MAC fica absolutamente perfeito em mim…o corretivo NW35 tb…os tons de pó ficam incríveis…como consumidora, eu me sinto respeitada e prestigiada e isso me tornou sim uma grande admiradora da marca.
    Atualmente, tenho descoberto outras marcas que também têm esta preocupação com os diversos tons de pele…e vão ganhando minha fidelidade também. Mas como eu tenho facilidade para comprar MAC no free shop, a marca estará sempre ocupando espaço preferencial na minha penteadeira.

  13. Você está coberta de razão!!!

    Na verdade essa coisa de achar que tudo que é importado é melhor é bem coisa de caipira mesmo! hehehe!

  14. Concordo, inclusive estava pensando nisso esses dias, depois de ler em um blog que as sombras da Yes era boas, mesmo sendo uma marca nacional.
    Como assim? Só porque é brasileiro não presta?
    E boa parte dessa adoração vem do pensamento de que o que é daqui não presta, só o que vem de fora, já que ficamos com o pensamento viciado dessa forma por nossa sociedade. Tenho certeza que muita gente quando vai experimentar uma base da MAC por exemplo, já vai na expectativa de achar ela milagrosa, mesmo que não seja, você ainda acaba dizendo que é, e se for experimentar uma nacional que caso venha a fazer o mesmo efeito diz “muito boa, ainda mais por ser nacional”.
    Claro que falta muita coisa no nosso mercado brasileiro, como uma maior variedade de cores de base, corretivo e etc… Mas vamos ser sinceras, nós mulheres brasileiras só começamos MESMO a dar mais atenção pra esse assunto de uns tempos pra cá, é coisa recente, as empresas de maquiagens nacionais só começaram a se preocupar com essas coisas atualmente porque a cobrança começou faz pouco tempo, se não havia interesse, nem cobrança, porque elas iriam produzir? Com os blogs ficou bem mais fácil das marcas saberem o que queremos e o que vejo é que elas estão evoluindo e tentando atender os nossos gostos.
    Claro que isso não quer dizer que você não pode comprar aquela base da Dior, batom da MAC… Porque se são boas mesmo, atende suas expectativas, você tem que comprar mesmo! Mas isso não significa que a maquiagem nacional só pelo fato de ser nacional é ruim ou coisa do tipo, até porque como disse, nós mulheres brasileiras começamos a nos atentar pra isso recentemente.

  15. Pois é, aqui tem marcas muito boas (tipo a Contém 1g, adoro as makes deles) e que acabam sendo deixadas de lado por causa da mania de produtos importados… =/
    Apesar das marcas brasileiras estarem melhorando, algumas coisas eu não consigo comprar pra mim, como base e corretivo. Tenho a pele muito clara, até hoje não achei produtos nacionais que se adaptassem a ela =/

    bjs!

  16. Ñ vejo problemas nos preços dos produtos da MAC no Brasil. O problema que vejo é que o imposto cobrado não volta para o bem estar da sociedade. Estou morando em um país que o imposto em qualquer produto (bebidas, alimentação, importados, nacionais) é altíssimo. A diferença é que esses impostos gera uma sociedade mais justa. Ñ concordo essa devoção pelos produtos da MAC, acredito que tem produtos bons mas outras marcas também tem.

  17. Fernanda, concordo com vc, essa coisa de must have parece ter subido a cabeça das meninas…

    Bom, em relação aos tons, tenho que concordar… Sou branca estilo fantasminha e tb tenho dificuldade em encontrar produtos para pele. Enquanto isso vou comprando de fora, problema das marcas que não investem na diversificação.

    Obrigada por dividir sua opinião. =)
    Beijos.

  18. Julia,
    Arrasou no post, o ruim dessa adoração exagerada q q muitas pessoas fazem “das tripas, coração” para falar que usa tal marca, deixa de comprar coisas básicas e só compra maquiagem de marca – isso tb é assunto, graças eu me viro muito bem com marcas nacionais, ou marcas importadas mais em conta.
    bEIJOS
    Boa semana e tudo de bom!!
    😉

  19. Julinha, nessas horas é foda ser publicitária… Em muitos casos a construção é somente da imagem… Mas eu acho que rola um outro lance tb, das marcas que se aproveitando do fato de terem um bom produto cobrarem muito, muito caro, quase tão caro quanto o valor de um produto importado em reais… O que vc acha disso?

  20. Oi Luíza, concordo, com vc, tb uso alguns produto que só encontro o meu “tom” em marcas gringas, mas a ideia do post foi refletir sobre colocar a marca em um pedestal só pq é importada, ou pq “tá na moda” usar.

  21. Renata sua linda! Verdade, a imagem vendida por algumas marcas “permite” os preços exorbitantes. E quanto as marcas que se aproveitam, aproveitam também para colocar o nome em outro patamar, o de must have de luxo. Coisa que nem sem é, né?

    Beijos.

  22. Oi Julia!

    E a primeira vez que passo aqui, mas ja adorei o blog!
    Concordo com tudo que voce disse, mas como tenho oportunidade de viajar pelo menos uma vez por ano, prefiro juntar $ e fazer uma listinha! Nao consigo conceber comprar btom por R$75, mas entre gastar metade desse valor num batom da Boticario, por exemplo, que nao tem a metade da qualidade de uma MAC, prefiro esperar e comprar coisa melhor la fora.

    Nao acho que a MAC la fora tenha esse posicionamento de maquiagem barata. A MAC tem muita qualidade e eh reconhecida por profissionais no mundo todo… Eh que la fora, ate pela pferta de muitas marcas diferentes, o mercado e diferente… O valor que pagamos aqui pela MAC e i valor la fora do que se cobra por Chanel, Lancome, YSL, que sao diferenciadas…

    Ultimamente tenho comprado muitas coisas da Contem 1g muito feliz com a qualidade incrivel dos produtos. Tambem adoro a Vult, mas eh super dificil de achar aqui no Rio…

    Por outro lado, se nossa indistria de make as vezes deixa a desejar, tiro o chapeu pra industria de esmalte. Temos produtos de otima qualidade, variedade e pagamos bem baratinho! La fora qualquer vidrinho de esmalte custa 8/9 dolares, por isso la nao e nenhum absurdo comprar esmalte Chanel por 25 dolares! Credo!

    Adorei o post e virei seguidora! Se quiser me conhecer um pouco mais, passa la no meu blog bloglalalas.blogspot.com
    Ficarei feliz com a sua visita!

    Beijos!!!

  23. Também acho exagerado, mas separar o joio do trigo (olha a véia falando, rs!) é coisa que a gente aprende com o tempo e com os próprios erros. Só tenho UM batom MAC pq ganhei – não tenho coragem nem dinheiro pra comprar – e realmente é muito bom, mas olha que coisa; acabei de comprar uns matte da linha Intense do boticário por 12,90 cada que na minha humilde opinião não ficaram devendo em nada e ainda teve um cor de boca que durou muito mais tempo que meu Gaga II; até o cheiro é parecido e eu super vou comprar mais deles. No começo desse bafafá dos blogs eu quase caí nessa de valorizar demais make importada, felizmente não tive grana pra bancar e apesar de alguns erros de vez em quando, hoje em dia me considero mais safa nesse sentido.
    Agora essa mania de sempre culparem os impostos pelos altos preços me irrita. Pq a Maybelline consegue chegar aqui com preços normais e a MAC chega com valores absurdos? Entre outros casos que não adianta ficar discutindo aqui… enfim, acho que a indústria anda se aproveitando muito dessa “moda” e só me resta esperar que com o tempo as pessoas aprendam a dar valor à qualidade e não à marca dos produtos pra ver se a coisa fica mais razoável pra consumidoras mais conscientes como eu.

  24. eu SUPER concordei com este post seu. cho realmente que, usar a marca M.A.C. está associando hoje em dia a status de vida e classe social.O que é uma pena, pois temos produtos nacionais que são, me desculpe, as vezes até melhores para nossa realidade tropical .
    Obrigada.

  25. Oi meninas. Estou super de acordo. Sou portuguesa e aqui acontece o mesmo. Eu gostaria muito de experimentar produtos brasileiros mas os fretes são muito elevados. Alguém estaria interessada em fazer “trocas” de maquilhagem entre Portugal e Brasil? Eu posso mandar para vocês artigos de Portugal e vocês mandavam-me do Brasil. Claro que cada um pagava o preço do produto de cada país. Que acham da ideia? beijos

Deixe o seu comentário!